Escuteiros estiveram em festa

escuteiros2013_gd

 

O Escutismo é um movimento mundial e da comunidade, para a comunidade e não pode por isso ficar fechado num Agrupamento.

Esta é a história singular de dois Agrupamentos, que poderiam ser tão diferentes, mas que descobriram que o que têm de comum, a missão escutista, é suficiente para que o trabalho conjunto e a partilha não só sejam bens essenciais, mas naturais.

Em 1988 foi criado o Agrupamento Marítimo 929 de Belém, que teve a sua formação na sede do Agrupamento 80 de Santa Maria de Belém, passando depois para a sua própria base, dentro da mesma Freguesia e mesma Paróquia, a uns escassos 200 metros, do outro lado da linha do comboio.

Desde o momento deste corte umbilical, poucas foram as vezes que os dois Agrupamentos se voltaram a juntar, pela suposta distância entre o escutismo-marítimo e o escutismo terrestre.

Nos últimos anos a aproximação tem sido crescente e essa distância entre as duas vertentes escutistas e a diferença no uniforme foi-se esbatendo, dando lugar a uma troca de experiências que só poderiam ter-se revelado enriquecedoras para os dois lados da mesma linha. 25 anos depois, a partilha entre o 80 e o 929, comungando um momento tão importante para os Agrupamentos como é o das Promessas, foi reconfortante como dois irmãos que se voltam a encontrar num abraço que não se estranha, só se entranha.

Prova disso foi a atividade que teve lugar no passado dia 24 de Fevereiro em que ambos os Agrupamentos uniram esforços e vontades para levar a cabo uma atividade conjunta que juntou mais de 200 escuteiros, cerca de 300 pais, familiares e amigos e ainda envolvendo a participação da Paróquia, do Agrupamento de Escolas e da Autarquia Local.

 

PROMESSAS NOS JERÓNIMOS

Na noite de sábado, os Agrupamentos reuniram-se em separado para refletir e preparar as Promessas do dia seguinte. O Agrupamento 80 esteve no novo Centro Social de Santa Maria de Belém, gentilmente disponibilizado pela Junta de Freguesia, e o Agrupamento 929 realizou o seu momento no Centro Paroquial.

O domingo começou com as Promessas e Investiduras dos dois Agrupamentos, em conjunto, no Mosteiro dos Jerónimos, onde pela primeira vez, no mesmo altar se juntaram dois tripés recheados de lenços tão diferentes, mas com o mesmo simbolismo final: O compromisso que se assume como escuteiro em trabalhar para um mundo melhor. O imenso corredor e a tradicional fotografia na escadaria da Porta Sul do Mosteiro refletiram contraste e harmonia, partilha e cumplicidade, numa só imagem, momentos que foram partilhados com o Presidente da Junta de Freguesia, Fernando Ribeiro Rosa.

 

48 HORAS DE VOLUNTARIADO

E foi neste sentido que o dia se desenrolou, assinalando as 48 horas do Voluntariado, com Lobitos, Escuteiros e Dirigentes, pais, familiares e amigos, celebrando esta Festa das Promessas em forma de serviço numa Escola local.

Com o apoio da Junta de Freguesia de Santa Maria de Belém e do Agrupamento de Escolas Belém-Restelo, a Escola EB2+3 Paula Vicente ganhou uma nova imagem pelas mãos dos Escuteiros dos Agrupamentos 80 e 929, que pintaram uma boa parte da área coberta do recreio, campos de jogo, bancos e mesas.

A actividade contou com a visita da Chefia Nacional do Corpo Nacional de Escutas e de um Representante do Comité Europeu, que ficou surpreendido com a envolvência dos dois Agrupamentos numa atividade de serviço, com apoio a tantos níveis e com a participação não só dos elementos mas de grande parte dos pais e familiares.

Não só pelo serviço prestado à comunidade, mas também pela oportunidade educativa que se criou com esta atividade, este será, sem dúvida, um exemplo a seguir e uma atitude a repetir. A alegria com que as crianças, jovens e adultos, em equipas heterogéneas, quer em género, idade e agrupamento, desempenharam os seus papéis, foi reflexo de uma ideia pioneira que ultrapassou todas as expetativas.

 

PRÓXIMOS EVENTOS

SIGA-NOS NO FACEBOOK

oyun