Cabazes Solidários 2013

 

20140311 cabazes gd

Vivendo-se uma época particularmente difícil para as famílias portuguesas, especialmente as de menores rendimentos, a Junta de Freguesia de Belém promoveu uma ação no dia 14 de dezembro com o objetivo de dotar as famílias ou pessoas singulares mais carenciadas de um cabaz alimentar constituído por alimentos essenciais, a distribuir na época do Natal.
A dotação orçamental desta iniciativa já foi agora bastante superior à até aqui despendida com as iluminações de Natal, face às atuais e reais necessidades das famílias carenciadas da nossa Freguesia. Mais de 330 famílias beneficiaram este ano do Projeto Cabazes Solidários no qual a Junta de Freguesia de Belém distribuiu cerca de 25 toneladas de alimentos e 11,4 toneladas de produtos de higiene, num investimento social de cerca de 54 mil euros.
À semelhança dos últimos anos, a Junta de Freguesia de Belém, convidou os parceiros (Casa Pia, Centro Paroquial de Assistência de Belém, Delegação de Lisboa da Cruz Vermelha Portuguesa, Fraternidade Jardim de Luz, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, entre outras) a identificarem famílias da nossa Freguesia em situação de carência económica. Para além disso foram colocados cartazes por toda a Freguesia, convidando as famílias a candidatarem-se aos cabazes solidários.
Convidámos igualmente as escolas que participaram na componente da responsabilidade social, o Abrigo do Centro Social de Assistência de Santa Maria de Belém e os dois colégios d’ “O Parque”.
Este ano a Cruz Vermelha Portuguesa foi também parceira desta iniciativa tendo oferecido 50 cabazes a famílias que, por não se inscreverem dentro dos prazos estabelecidos, mas mantendo-se a condição de carência económica, não receberam os cabazes solidários, entregues pela Junta.
O Lions Clube Lisboa Tejo também apoiou outras 30 famílias em situação de carência económica através da entrega de cabazes alimentares.
Os produtos distribuídos são bens não perecíveis, de forma a poderem ser armazenados. As quantidades distribuídas darão para entre 4 a 6 meses de consumo das famílias.
Obrigado também ao Pingo Doce que tratou da parte logística de fornecimento, oferecendo cerca de 3.000 sacos e colocando uma equipa de cerca de 10 incansáveis colaboradores a apoiar a construção dos cabazes.
Por fim, um agradecimento ao Regimento de Lanceiros 2, nomeadamente ao seu Comandante, Coronel de Cavalaria Siborro Reis, pela simpatia e disponibilização das instalações.
Construir pontes entre as entidades, as respostas e as necessidades é um dos papéis da responsabilidade da autarquia local.
Mais uma vez, um muito obrigado a todas as entidades e voluntários que tornaram possível este grande projeto solidário!

PRÓXIMOS EVENTOS

SIGA-NOS NO FACEBOOK

oyun