Implementação do Projeto de Acalmia de Tráfego e Melhoria de Acessibilidades Pedonais

20170828 passeios gd

Deu-se início à implementação do projeto de acalmia de tráfego e melhoria de acessibilidades pedonais em várias ruas da nossa freguesia, conforme informado nos anteriores boletins informativos. Foi necessário proceder à elaboração dos projetos de execução, congregando e consensualizando esforços e opções entre a JF Belém e vários serviços camarários, de forma a que o projeto final tivesse a concordância e o aval de todas as entidades envolvidas. Tal só foi possível devido ao empenhamento dos técnicos e dirigentes da CML envolvidos neste projeto. Após a conclusão dos projetos de execução foi necessário proceder à consulta a algumas empresas de construção civil para a implementação dos mesmos. Estes processos de consulta verificaram-se não só morosos como as respostas apresentadas pelas empresas de construção, na opinião da JF, desadequadas pois apresentaram preços muito superiores, praticamente o dobro, àquilo que são as estimativas reais de custos dos trabalhos, tendo como referência os valores pagos pela CML e outras Juntas de Freguesia.

Perante esta situação, a Junta de Freguesia teve que optar por uma solução diferente, mais trabalhosa, que implicou um acréscimo de trabalho para o executivo da junta, mas que defende melhor os interesses da Freguesia, não só por assegurar uma melhor execução dos trabalhos, mas também por reduzir radicalmente os custos da intervenção. Esta opção traduziu-se na gestão direta da obra com aquisição de máquinas, materiais e mão-de-obra.

Foi decidido também iniciar-se os trabalhos no eixo Avenida da Ilha da Madeira – Rua dos Jerónimos, visto ser este eixo um dos mais problemáticos em termos de segurança pedonal e onde se verificam maiores velocidades automóveis. Previamente ao início das obras, foi feito o levantamento das velocidades a que os carros circulam, o que será repetido após a intervenção e nos permitirá avaliar em concreto e com dados fiáveis, quais os efeitos e os resultados desta intervenção. Em termos de planeamento de obra optou-se por fazer em primeiro lugar as intervenções das laterais das passadeiras, ou seja, nos passeios. Desta forma a circulação automóvel não foi afetada durante esta fase. Na segunda fase da intervenção que agora se iniciou serão construídos os refúgios, o que implicará um condicionamento de trânsito, visto ser necessário que, temporariamente, em cada refúgio circule apenas uma via em cada sentido. Pedimos desde já a compreensão de todos para este condicionamento.
Por fim, a última fase consistirá na sobre-elevação de algumas das passadeiras e a pintura de todas elas.

Além das esperadas melhorias com a acalmia de tráfego e das acessibilidades pedonais, especialmente devido à mudança de piso e colocação de guias para invisuais, verifica-se já uma alteração substancial que é reconhecida por todos quantos residem nesta zona. Esta alteração, relacionada com a limitação ao estacionamento em cima do passeio, teve como consequência muito positiva a libertação destes espaços para uso único e exclusivo dos peões.

Se até agora circular em alguns dos passeios da Avenida de Ilha da Madeira representava um perigo para os peões devido ao estacionamento em cima do passeio, bem como à circulação de carros nestes locais, neste momento podemos usufruir dos passeios em segurança e comodidade.

Brevemente, com a conclusão das obras neste eixo, o atravessamento de peões na Avenida da Ilha da Madeira e na Rua dos Jerónimos passará a ser feito sempre em dois tempos (devido aos refúgios existentes em cada passadeira) ao mesmo tempo que se diminui a velocidade de circulação de automóveis.

Esta opção de execução de projeto, que abrange vários outros arruamentos da Freguesia, levará a que a execução possa ser mais prolongada no tempo, o que fará com que a mesma ultrapasse o atual mandato autárquico. É uma opção consciente que apenas se justifica tendo em conta o superior interesse da Freguesia no que à qualidade da intervenção diz respeito, bem como na poupança de recursos financeiros assim conseguidos.


Segurança também na Escola do Bairro do Restelo

Nesta fase foi ainda possível executar a intervenção prevista para a Praça de Goa no que diz respeito aos acessos ao Jardim de Infância e Escola do Bairro do Restelo. Neste caso, a opção técnica relativa à acalmia de tráfego e melhoria das acessibilidades foi diferente das operadas no eixo acima referido. Enquanto que naquele eixo as intervenções foram de alteração de piso, colocação de guias para invisuais, aumento dos raios de curvatura, encabeçamento de alguns passeios, criação de refúgios e sobre-elevação da estrada, no caso da Praça de Goa optou-se por uma continuidade do passeio. Ou seja, construiu-se um passeio a ligar os dois passeios existentes nos lados da estrada em vez de criar novas passadeiras. Isto faz com que seja dada ainda maior importância ao peão visto haver um contínuo do passeio, e ser o automóvel a cruzar o espaço do peão em vez de ser o peão a cruzar o espaço do automóvel, como acontece nas passadeiras.

Este tipo de intervenção faz sentido junto à escola, protegendo ainda mais as crianças e seria de difícil implementação num arruamento como a Avenida de Ilha da Madeira.

  


Para mais notícias consulte o nosso boletim ou siga-nos através do nosso facebook.

PRÓXIMOS EVENTOS

SIGA-NOS NO FACEBOOK

oyun